24 de jun de 2010

Livros de religião estimulam preconceitos

Estudo da UnB revela que as aulas de religião na rede pública utilizam livros com conteúdo preconceituoso. Foram analisadas 25 obras.

O ensino religioso deve respeitar a diversidade cultural religiosa. Não pode haver proselitismo. Isso é o que diz a Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

Mas a pesquisa "Laicidade e o Ensino Religioso no Brasil" revela, entre outros pontos, que os livros impõem o cristianismo (em especial o catolicismo), ignoram os sem religião, não destacam religiões afro-brasileiras e indígenas.

Falta controle do Ministério da Educação sobre os livros de ensino religioso.

Fique pode dentro
Priselitismo: Tentar converter uma pesssoa a uma religião, idéia ou sistema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário