29 de jul de 2010

Ser diferente

O inverno em Brasília deixa marcas. O ipê rosa floriu, mas a outra árvore ainda mostra os galhos secos.

Percebi o que é ser diferente ao observar o colorida das flores.

Ambas são árvores plantadas na quadra 305 Sul. Uma enche os olhos. A outra parece sem vida.

Ser diferente é isso: Florir apesar do inverno ou ainda passando por ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário