29 de ago de 2010

Eleições 2010: Agora pode rir

Desde 1997, a TV e o rádio estavam proibidos, por lei, de usar recursos que degradasseem ou ridicularizassem o candidato, partido ou coligação, três meses antes da eleição. Ou seja, nada de fazer piadinha com os candidatos. Abaixo o bom humor!

O ministro Carlos Ayres Brito, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a legislação que proibia piadas com políticos em programas humorísticos.

A regra significou desrespeito à liberdade de expressão para os profissionais da Comunicação Social.

Com a decisão do ministro, os candidatos  podem ser motivos de piadas. Mas nada que os desrespeite, claro! A liminar ainda será julgada pelo STF.

Ainda bem que agora vão deixar o povo rir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário