31 de out de 2010

Dilma Rousseff, a primeira presidenta do Brasil

No momento que escrevo esta nota, Dilma Rousseff, a primeira mulher eleita presidenta do Brasil, pelo voto direito e democrático, está discursando na televisão.

É o primeiro pronunciamento depois que o resultado das eleições foi informado pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski.

No banner que compunha o cenário de onde ela discursa, está escrito: “O povo decidiu. O Brasil vai seguir mudando com Dilma Rousseff, a primeira presidenta da República.”

Dilma disse que agradece pela noite completamente especial que está vivendo. “É imensa a minha alegria de estar aqui. Recebi hoje de milhões de brasileiras e de brasileiros a missão mais importante de minha vida. Este fato é uma demonstração do avanço democrático do nosso país. Pela primeira vez uma mulher presidirá o Brasil. Já registro aqui meu primeiro compromisso após a eleição: Honrar as mulheres brasileiras, para que este fato, até hoje inédito, se transforme num evento natural. Que ele possa se repetir e se ampliar nas empresas, nas instituições civis, nas entidades representativas de toda nossa sociedade. A igualdade de oportunidades para homens e mulheres é um principio essencial da democracia. Gostaria muito que os pais e mães de meninas olhassem hoje nos olhos delas e lhes dissessem: Sim, a mulher pode!”

Dilma disse, ainda, que se tornou presidenta pelo “caminho sagrado do voto, pelo exercício elevado da democracia.”

Ela reafirmou que respeitará a democracia, “a mais ampla e irrestrita liberdade de imprensa e de culto”. Quer erradicar a miséria e criar oportunidades para todos os brasileiros e as brasileiras.

Dilma é a quadragésima presidenta da República e terá Michel Temer como vice-presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário