4 de dez de 2010

Jornalistas sem liberdade e mortos

Parece brincadeira isso acontecer em pleno século 21. Mas acontece.

Jornalistas não têm liberdade para trabalhar. A liberdade de imprensa está sujeita a religiões e governos.

Muitos jornalistas são mortos, ameaçados e torturados. Simplesmente porque estão exercendo o ofício de informar à população.

Basta ver os números oficiais dos Repórteres sem Fronteiras. Este ano, a matança foi geral:

44 jornalistas foram mortos;

2 colaboradores também morreram;

149 jornalistas foram presos;

9 colaboradores presos.

Qual outra profissão coloca tanto em risco a vida do profissional?

Somos pela liberdade de expressão com responsabilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário