12 de jan de 2011

Em-Hacoré, água para matar a sede

Deserto, areia, calor, pouca ou nenhuma água, solidão.

Imagine uma pessoa com muita sede no deserto, depois de gastar energia e se cansar numa luta corporal onde ela fere mil homens somente com uma queixada de jumento. A cena se passa numa colina chamada Ramate-Leí, um território de inimigos, o povo filisteu.

Essa história é verídica, está registrada em Juízes 15:14-20 e se passou com Sansão, um homem hebreu que recebeu de Deus forças sobre humanas.

O que fazer: Morrer de sede? Orar por ajuda divina? Lamentar? Sansão escolheu o caminho do clamor e perguntou a Deus se ele morreria naquele lugar, sendo entregue nas mãos dos inimigos de seu povo.

Deus respondeu com uma ação que solucionou o problema. Ele fendeu uma cavidade e de lá saiu água. Isso mesmo. Água do improvável. Aconteceu o impossível aos olhos humanos.

Sansão saciou sua sede e retomou as forças. O nome que aquele lugar recebeu? Em-Hacoré que em hebraico significa manancial daquele que clama.

Deus age assim. Traz abundância de água para quem tem sede, pão para quem tem fome, salvação para o perdido, libertação para o oprimido, saúde para o doente, justiça para o humilhado e alegria para o coração triste.

Basta o homem seguir o caminho certo: O do clamor sincero.

Depois das lutas, que você encontre um Em-Hacoré, manancial divino em sua vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário