19 de fev de 2011

Pr. Silas Malafaia na Globo. Será milagre?

Deu na TV e no site. A Globo exibiu hoje (19) duas reportagens com assuntos recorrentes: A manifestação na Av. Paulista onde homossexuais pedem a aprovação de projeto de lei que torna a homofobia crime e foliões que brincaram em blocos pré-carnavalescos na Av. Vieira Souto, na zona sul do Rio de Janeiro. Até aí nenhuma novidade. Repórteres sempre produzem essas pautas.

Mas o que me espantou foi ver uma reportagem sobre a ação social que a Igreja Evangélica Assembléia de Deus Vitória em Cristo e outras 100 igrejas evangélicas realizaram, com o apoio de 500 membros, no Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro. Essas áreas foram cercadas, há três meses, pelas Forças Armadas e muitos traficantes foram presos. Até tanques de guerra do Exército estavam nas ruas das favelas.

O evento evangélico foi chamado de ato de paz e o pastor Silas Malafaia foi entrevistado. “Cada pessoa pode produzir a paz que começa dentro de nós para transmitirmos para as pessoas”, disse o pastor.

Médicos, cantores gospel e enfermeiros ajudaram no atendimento gratuito à população. Teve exame de vista, brincadeiras para as crianças, corte de cabelo, massagem, limpeza de pele, informações sobre Previdência Social, saúde bucal, entre outros serviços.

Inacreditável. A Globo produzindo reportagens sobre os evangélicos. Não tenho nada contra a empresa, mas sempre percebi que o segmento não é tão prestigiado pela editoria dos jornais globais. Pelo contrário. Sempre produziram reportagens criticando os crentes.

A cobertura de hoje significa o quê? Mudança de visão? Busca de novos públicos e mais audiência? Reconhecimento da competência dos evangélicos que sempre trabalharam pelo social fazendo o que é obrigação do Estado?

Gostei de ser representada pelo pastor Silas na telinha da Globo. Que novos tempos globais traga abertura e respeito ao segmento evangélico. Liberdade religiosa implica tolerância e espaço democrático para ouvir a todos.

Quem diria! Os crentes na telinha Globo. Final dos tempos?

3 comentários:

  1. o que a globo quer é no momento talvez botar uma mordaça agradando á gregos e troianos,não confio em suas intenções,inventaram um o padre marcelo como cantor aliás não canta nada usando músicas gospel para tentar confundir á todos,na globo é confiar desconfiando,eles destetam evangélicos,odeiam a bíblia,são idolátras.

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo, a globo gosta de macumbeiros,espiritas católicos. o demônio e o mesmo só muda o nome. a biblia diz lá em 1 timotio 04:01

    ResponderExcluir
  3. E qual o problema da Globo gostar de macumbeiros, espirítas e católicos? E porque também não dos evangélicos, afinal representamos o segmento religioso que mais cresce no Brasil. Mas devemos entender que para sermos respeitados devemos ser tolerantes, como pregou Cristo.

    ResponderExcluir