3 de ago de 2011

Jornalistas mortos no Brasil

Ser jornalista e trabalhar com imprensa investigativa não é fácil. Este ano quatro jornalistas brasileiros morreram em exercício profissional.

Os crimes foram em Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e em Mato Grosso. Esses números mostram que o Brasil está em segundo lugar no ranking de jornalistas assassinados na América Latina este ano. Ao todo, 19 profissionais morreram de acordo com a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP).

O México libera a lista. Lá os riscos são maiores por ser uma região dominada pelo tráfico.

Outro problema enfrentado pela categoria é a perseguição judicial no Brasil.

É preciso ter muito fôlego para ser jornalista por aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário