12 de nov de 2011

Assistência religiosa no presídio

Pastores, padres e demais líderes religiosos terão acesso aos presídios brasileiros sem passar pela revista íntima e poderão circular irrestritamente em todas as dependências. Os religiosos poderão prestar atendimento individual e terão garantido o sigilo das conversas com os detentos.

Essa é a nova regra estabelecida pelo governo federal publicada no Diário Oficial da União no dia 9 de novembro, pelo Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, do Ministério da Justiça.

A nova regra recebeu apoio e crítica dos advogados e dos funcionários dos presídios. Uns dizem que pode facilitar a entrada de armas, drogas e telefones celulares. Outros dizem que isso é exagero uma vez que os religiosos serão cadastrados.

Somente líderes religiosos terão a regalia do fim da revista íntima. Os parentes dos detentos continuarão sendo revistados.

A assistência espiritual é garantida por lei.

Minha opinião
A revista íntima deveria continuar para evitar problemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário