Notícias

Loading...

15/01/2012

As pessoas dizem, mas a Bíblia não diz

É comum as pessoas acrescentarem informações ao texto bíblico. Isso se chama eixegese. Inventam nomes, personagens e fatos que não existem na narrativa. As pessoas dizem, mas a Bíblia não diz.

Quer exemplos?

O fruto proibido - As pessoas afirmam – e tornou-se comum no imaginário popular brasileiro, que Eva comeu uma maçã e a ofereceu a Adão. A Bíblia não cita que ela comeu uma maçã. Afirma que Eva comeu um fruto, não definindo qual tipo. Cita que a árvore era do “conhecimento do bem e do mal” (Gn 2: 16,17,22; 3:6).

A culpa de Eva - As pessoas dizem que Eva foi culpada por Adão ter comido do fruto que Deus disse que não deveriam comer. Ela ouviu a serpente, depois comeu e ofereceu ao marido. Mas a Bíblia diz que Deus deu a ordem para Adão para não comer do fruto. Somente depois disso Ele criou Eva, tirando-a do costela do homem. Quando Deus foi visitar o casal no jardim do Éden, perguntou a Adão porque comera do fruto. Deus não se dirigiu a Eva. A ordem foi dada a ele, a cobrança da parte divina foi direcionada também a Adão (Gn 2:16,17,21,22; 3:11).

Os três reis magos - A Igreja Católica, por tradição, nomeou os três reis magos: Belchior, Gaspar e Baltazar que são celebrados no Dia de Reis. A Bíblia não cita os nomes dos três reis magos. Diz apenas, que “uns magos vieram do oriente a Jerusalém” (Mt 2:1).

O fim do mundo - Vários líderes de seitas, ao longo da história, marcam a data do fim do mundo. As últimas notícias, divulgada amplamente pela imprensa, são sobre a profecia do calendário maia que marca o fim de um ciclo para o dia 31 de dezembro de 2012. Muitas pessoas interpretaram essa informação como sendo o fim do mundo. A Bíblia não cita uma data para o fim do mundo. Diz que quando acontecessem guerras, briga entre pais e filhos, desentendimento entre as nações, esses seriam os sinais do fim, mas ainda não seria o fim (Mc 13:7; Mt 24:6).

A segunda volta de Jesus - Líderes religiosos comentam também sobre a vinda de Jesus. Muitas datas chegaram a ser marcadas, seguidores de seitas praticaram suicídio coletivo. Mas a Bíblia não cita o dia, o horário ou o local para a volta de Jesus Cristo. Diz que “aquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai” (Deus). A informação está em Mateus 24:36.

Suicídio – Muitos dizem que no céu não entrará a pessoa que cometer suicídio. É bom que fique claro que na Bíblia não existe nenhuma referência quanto à salvação ou não de uma pessoa que tira a própria vida. A Bíblia afirma que “os tímidos, os incrédulos, os abomináveis, os homicidas, os fornicadores, os feiticeiros, os idólatras, os mentirosos terão parte do lago que arde com fogo e enxofre”. Este versículo nada comenta sobre suicidas (Ap 21:89). O que a Bíblia cita são histórias de pessoas que se suicidaram como Judas. Ou que pensaram em suicidar-se, como o carcereiro. Também existem textos que relatam a história da morte de Saul, que se lançou sobre a sua própria espada.

Como se percebe, o versículo não comenta sobre pecado ou perda da salvação. Na verdade, há um consenso doutrinário nas igrejas evangélicas, herdado da igreja católica, sobre esse tema. Por isso, muitas pessoas associam suicídio à morte eterna, à perda da salvação. Mas a Bíblia não relata sobre esse ponto.

O que está escrito acima, não significa que a autora deste texto defenda a pessoa que tira a própria vida. Não é um incentivo para as pessoas se matarem. A defesa tem que ser sempre pela vida, que é um dom divino. É apenas uma observação de que uma afirmação que liga suicídio ao inferno não tem respaldo bíblico. As pessoas devem preservar o santuário de Deus, conforme está registrado em I Co. 3:17.

3 comentários: