6 de jan de 2012

Dia de Reis, Dia da Epifania: religião na Bulgária e no Brasil

É notícia hoje nos principais jornais nacionais e internacionais. Na Bulgária, em 6 de janeiro, celebra-se o Dia da Epifania. O padre joga uma cruz no rio e muitos homens mergulham nas águas quase congeladas para achá-la.

No ritual anual, acredita-se que quem a encontrar terá saúde durante o ano. Os que dançarem nas águas geladas também tem saúde garantida. A dança se chama Horo. Essa tradição de fé é dos cristãos ortodoxos do leste europeu. O ritual é seguido à risca, apesar do rigor do inverno na Bulgária nesta época.

A tradição é fundamentada na história do batismo de Jesus Cristo por João Batista. Dizem que foi nesse dia que João batizou o Mestre quando o Espírito Santo desceu em forma de pomba. Apesar de crença popular, não existe fundamento para essa teoria (a data) nos textos bíblicos. A Bíblia não cita o dia do mês e do ano do batismo de Jesus. Também vale ressaltar que o calendário usado naquela época era diferente do atual.

Hoje usamos o calendário gregoriano que, somente em 1582, foi implantado pelo papa Gregório XIII com o apoio da Igreja Católica romana. Na época de Jesus usava-se o calendário Juliano que foi estabelecido por Júlio César, no ano 46 a.C. (708 da fundação da cidade de Roma). Era o auge do império. Os romanos controlaram todo o mundo conhecido da época.

Apesar de na Bulgária a festa está atrelada ao batismo, entre os cristãos, a epifania é celebrada em três momentos diferentes: perante os reis magos, a epifania com o batismo de Jesus no rio Jordão e quando Jesus faz o milagre de transformar água em vinho no casamento na cidade de Caná, localizada na Galiléia. Nessa festa de casamento se iniciou o ministério público de Jesus.

No Brasil, a celebração mais forte da Igreja Católica é a do Dia de Reis, que foi a manifestação de Jesus aos gentios (os reis magos) que a Igreja Católica chama de Belchior, Gaspar e Baltazar. Eles também tornaram-se santos. Os evangélicos, apesar de também serem cristãos, não celebram o Dia de Reis.

Mais uma vez, não existe base nos textos bíblicos para dar nomes aos magos. A Bíblia não cita os nomes desses personagens. Em Mateus 2.1 diz que “uns magos vieram do oriente a Jerusalém”. Nada mais acrescenta sobre a identidade dos andarilhos.

O que é a epifania?
A palavra vem do grego (epipháneia) e tem vários sentidos. No sentido religioso, é a aparição, a manifestação divina. É a manifestação de Jesus aos gentios, chamada de reis magos. Por conta disso, criou-se a festa religiosa que celebra essa manifestação. Significa a manifestação de Jesus como Salvador do mundo, enviado por Deus. O Filho de Deus revela-Se às pessoas.

Muitos outros líderes religiosos também disseram que tiveram experiências epifânicas como Buda, Moisés, Maomé, entre outros.

No sentido filosófico e literário, epifania é usada para afirmar que uma pessoa teve uma idéia inspiradora por meio de uma iluminação divina, sobrenatural.

Na celebração do dia 6 de janeiro os cristãos encerram as festividades do Natal. Os presépios, as luzes, as árvores e demais enfetes são desmontados.

Veja fotos da festa na Bulgária.
http://noticias.terra.com.br/mundo/fotos/0,,OI183042-EI8142,00-Bulgaros+celebram+Dia+da+Epifania+com+danca+em+rio+gelido.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário