3 de fev de 2012

Não seja gato escaldado

O ditado remete à idéia que, uma vez que a pessoa fez algo que deu errado e sofreu por isso, não fará novamente a mesma coisa, pois corre o risco de voltar a sentir a mesma dor. Como o gato que tem medo de água fria porque uma vez sofreu escaldado, ou seja, queimado com água quente.

É necessário precaução para não errar mais. A idéia não é um estímulo ao pulo no escuro, a agir sem analisar as consequências. É um convite à reflexão. Não se pode privar de viver novidades por conta de um passado difícil.

Tem gente que vive como gato escaldado. Triste, sem aproveitar as oportunidades, com o coração fechado, lamentando contra Deus, chorando pelos cantos, sem estímulos para investir nos sonhos porque um dia uma tentativa deu errado o que causou frustração e perda.

Tem gente que desiste de louvar, amar, trabalhar, estudar, sonhar, sorrir porque teve uma decepção.

Deus é quem cura as dores e refaz das cinzas. O Senhor promete novidade aos que permitem que Ele brilhe em suas vidas.

Deixe de ser gato escaldado. Abra o coração e confie no amor do Pai. Ele tem grandes presentes para Seus filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário