24 de jun de 2013

Os evangélicos se manifestaram "pra" mudar o Brasil

A população foi às ruas (desde 17/6 até a publicação desta nota hoje, 24/6) para protestar por um País melhor.

Nas capitais, nas cidades do interior e até no exterior (em Londres, por exemplo), brasileiros pediram mudanças. Mais saúde, mais educação, menos corrupção, a morte da PEC 37 - que proíbe o Ministério Público de investigar o que pode resultar em impunidade para criminosos. Outros assuntos também entraram em pauta.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou nota apoiando a manifestação e repudiando o vandalismo. O jornalista William Bonner leu a nota divulgada pelos católicos no Jornal Nacional.

Depois que publiquei breve nota questionando a participação do segmento evangélico, vários amigos me enviaram links com textos. Li todos e observei que alguns líderes evangélicos também se manifestaram no mesmo sentido dos católicos (a favor da manifestação e contra o vandalismo), mas não tiveram notas lidas na imprensa. Na verdade, os evangélicos têm seus próprios canais de comunicação como programas de TV, rádios, sites e revistas. Se fossem depender da imprensa brasileira, poucas vezes teriam a opinião divulgada porque jornalistas sempre ouvem os católicos, mas nem sempre procuram líderes de outras religiões para expor as ideias. Aí inclui-se todas as outras religiões mesmo. E seitas também. São pouco procuradas pela imprensa.

Mas aqui vai uma dica: líderes de outras religiões deveriam ter uma postura pró-ativa em buscar espaço na mídia. Sei que é difícil, porém isso se consegue com trabalho sério e assessoria de imprensa eficiente.

Confira alguns pronunciamentos:








Se souber de outro líder que publicou nota, avise-nos. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário