16 de jun de 2014

Bola no pé e Jesus no coração

Dos quatro canto da Terra tem gente no Brasil. É a Copa do Mundo. Bola em campo, torcedores nos estádios e um time de voluntários evangelizando. Sim, esse é o ótimo momento para anunciar sobre o amor de Jesus Cristo.
Parte da equipe de voluntários do Trans Copa 2014

O Trans Copa aconteceu em Brasília, no dia 16 de junho, envolvendo uma equipe de 50 voluntários das mais diversas denominações evangélicas. O grupo se concentrou na Torre de TV, na Funarte, no Setor Hoteleiro Norte e no Parque da Cidade. Lugares estratégicos por onde passaram os torcedores, rumo ao Estádio Nacional Mané Garrincha, para assistir ao jogo Suíça e Equador.
 Torcedores da Suíça fazendo fondue

 Torcedores equatorianos


Em ação, evangelizando: futebol combina com falar sobre o amor de Jesus

Os voluntários adotaram o evangelismo pessoal. Abordavam os torcedores, distribuíam ventarolas, panfletos e deixavam uma mensagem de esperança.

Além de Brasília, as cidades-sedes da Copa também recebem o projeto. Há grupos evangelizando nos estádios de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Recife, Natal e Salvador.

O Trans Copa é uma iniciativa da Junta de Missões Nacionais (www.avancabrasil.org). Também conta com a parceria do projeto Joga Limpo Brasil, da Sociedade Bíblica do Brasil.


Depoimentos

“Meu coração é missionário. Isso me move. Não consigo ficar entre quatro paredes. Quando ouço chamar para evangelizar, meu coração queima. É bom conversar com as pessoas e anunciar Jesus.”
Neuza Cardoso dos Santos, 38 anos, técnica em enfermagem, Igreja Batista Monte Moriá, Santa Maria

 “Passamos a mensagem de João 3.16 que diz que Deus nos amou tanto que mandou Seu filho Jesus morrer para nos salvar.”
Pastor Aldo Gléria, membro da Primeiro Igreja Batista no Cruzeiro Novo e coordenador do Trans Copa na base de Brasília.

“Vim com o intuito de evangelizar na Trans Copa. Há 52 anos teve uma Copa do Mundo no Brasil. Vejo que muitas pessoas carregam no coração as lembranças daquela Copa. Quero carregar boas lembranças dessa Copa 2014 para contar para meus netos. Vou dizer para eles que participei da festa, mas a serviço do Reino de Cristo, evangelizando brasileiros e estrangeiros. O Pentecostes também atraiu pessoas. Naquele momento os discípulos aproveitaram para espalhar o evangelho. Quero fazer parte dessa nova oportunidade que Cristo está dando para a igreja que é evangelizar o mundo.”
Vittor Michel de Souza Godói, 27 anos, técnico em enfermagem, Primeira Igreja Batista Planaltina, DF


Texto e fotos: Denise Santana, jornalista

Nenhum comentário:

Postar um comentário